A Educação deve ser vista como um processo que possibilita o desenvolvimento das capacidades físicas, intelectuais, mentais e afetivas do indivíduo, inserindo-o na vida social. Sendo assim, entendemos a educação, como um direito assegurado a todos pelo Art.- 205 da Constituição Federal, e é dever do Estado e da família, promovida e incentivada pela sociedade, visando ao desenvolvimento da pessoa humana, o exercício da cidadania e qualificação para o trabalho.

A educação, nesse enfoque, volta-se para a formação de homens conscientes e comprometidos com a emancipação coletiva e individual. Os fins políticos desta ação tendem mostrar que os atos do ser humano tanto sofrem a ação do todo, como atuam sobre ele. Por isso, educar para a modernidade significa não perder de vista a necessidade de garantir ao homem–cidadão, uma formação de caráter abrangente, mas para o exercício pleno de cidadania, respeitando a pluralidade da natureza humana e promovendo desenvolvimento equilibrado de todas as dimensões do seu eu.

Comprometer-se com uma ação educativa de qualidade é um desafio do Colégio Nobre de Feira de Santana e observando a realidade na qual nossa escola está inserida e levados por tal desafio tornou-se necessário encaminhar nossa prática educativa à partir da reflexão dos questionamentos: Que homem queremos formar? Para que sociedade? Com quais competências?