Nobre: um colégio com metodologias ativas

Nobre: um colégio com metodologias ativas

Transformar o aluno em personagem principal, fazendo com que ele participe de forma expressiva do processo de aprendizado é o objetivo das metodologias ativas. No Colégio Nobre, essa forma de ensinar e aprender é norteadora e fundamental em todos os processos pedagógicos.

Através das metodologias ativas, os estudantes são incentivados a pensar e interagir, e não apenas a ouvir e anotar o que o professor fala. Os alunos do Colégio Nobre são frequentemente desafiados a discutir, escrever, ler, solucionar problemas e também a ensinar aos demais colegas o que foi aprendido em sala de aula. Diversas são as atividades desenvolvidas para que exista uma maior interação dos alunos em todas as séries do colégio.

Um exemplo dessa prática é a atividade “Matemática com Gastronomia”, realizada pelo professor Carlos Henrique, que tem como público-alvo os alunos do 7º ano do Ensino Fundamental. Nas aulas, que acontecem em laboratório, os estudantes aprendem através de um exercício interativo no que consistem as frações e, além disso, veem na prática, a utilização desse conteúdo.

A atividade objetiva aprender sobre números racionais na planilha eletrônica, trabalhando simultaneamente com proporções. Com a orientação do professor, os alunos observavam os ingredientes da receita da pizza e, em seguida multiplicavam as proporções até obter o resultado final.  Como conclusão, os alunos montaram a pizza e em seguida degustaram-na.

De acordo com o professor de matemática, o conhecimento é potencializado quando acontece durante atividades como essa. “A aprendizagem deles é de suma importância. Matemática é uma disciplina que utilizamos no dia a dia, por isso, devemos conhecê-la e entender sua aplicabilidade em situações rotineiras como, por exemplo, a gastronomia.

Com as metodologias ativas, o papel do professor é orientar os discentes para que eles se insiram no processo e entendam, na prática, a teoria que deve ser passada. Outro exemplo desse método de ensino é aplicado pela professora Ivonete Maciel. Ela ministra aulas de Programação para alunos do 6º ano.

Durante os encontros, os estudantes têm contato com a programação de softwares. De acordo com a professora, é uma matéria multidisciplinar, que envolve conhecimentos de várias áreas. Ivonete destaca um dos projetos desenvolvidos pelos estudantes: um quiz sobre a Copa do Mundo. Diante do tema, a turma pesquisou sobre os países envolvidos no evento, sua cultura, história, informações gerais e, em seguida, programou um jogo de perguntas.

Ivonete ressalta a importância de atividades como esta para que o jovem seja o sujeito principal no seu aprendizado: “Com essa disciplina eles vão poder fazer softwares, que podem ser jogos, ou algo voltado para uma empresa, para contabilidade, para marketing, eles têm o poder de escolher onde querem aplicar os seus conhecimentos”, salienta a professora.